31/07/2015

Julho Kpop: relembrando os comebacks do mês!

12 comentários:

Prismáticos, como estão? Eu vou bem, apesar de agora só restarem mais 10 dias de férias /chora, mas eu nem posso reclamar, já que tive um bom tempo de descanso, hehe' Sobre a postagem de hoje, eu já escrevi um post semelhante apresentando os comebacks e debuts do mês de janeiro {link}, e eu tinha pensando em seguir postando desta forma em todos os meses, mas devido a correria e eventuais problemas eu acabei não fazendo isso. O plano agora é retomar essas a partir deste mês, já que eu voltei a ficar bem animada sobre o assunto nessas férias: afinal, teve mês mais agitado para as fãs de kpop neste ano do que este mês de julho? Definitivamente não.

Para aqueles que não sabem, o termo comeback refere-se ao retorno de um grupo musical ou cantor com uma nova música (novo álbum e afins), e debut é a estreia de um novo grupo ou cantor.

Esta postagem ficou bem longa, já que tivemos muitos comebacks neste mês (foi um atrás do outro, uma verdadeira loucura), e mesmo que eu tenha selecionado apenas aqueles que eu acompanhei, a lista ficou bem grandinha. Espero que gostem e aproveitem ♡

26/07/2015

Falando sobre o dorama queridinho do ano: Who are you - School 2015

8 comentários:


Ayoo prismáticos, como estão? Primeiramente: aquele mencionado "fim de hiatus" pode não parecer muito sério já que eu ainda continuo meio desaparecida, mas acreditem em mim, ok? haha' Ah, e vocês já devem ter percebido que finalmente mudamos de layout! Aeeeee ~ °˖✧◝(⁰▿⁰)◜✧˖° sei que ele está meio simples e não ficou 100% como eu queria, mas estou até que bem satisfeita considerando que desta vez eu fui capaz de fazer meu próprio layout (ainda contando com uma certa ajudinha da minha irmã quando as coisas ficavam fora do lugar e eu me desesperava, mas né, faz parte). Pretendo fazer algumas modificações ainda, mas enfim, acho que isso não vem ao caso - e também não tem nada a ver com a postagem de hoje. Foco na postagem Emy!

Durante meu tempinho afastada, eu repensei a respeito da minha forma de escrever as indicações de animes, doramas e afins, e decidi mudar o formato das minhas postagens. Espero que assim ele se torne um pouco menos cansativo e também se torne mais objetivo (o que eu não estou sendo nenhum pouquinho visto que já enrolei dois parágrafos inteiros até agora), então, se você preferir, pode passar da sinopse direto para o resumo que deixarei a partir de agora no final das resenhas de indicação, onde irei apontar em poucos tópicos os pontos que mais gostei e menos gostei da obra.

O dorama que irei indicar hoje é um dos queridinhos de 2015, que eu comecei a assistir só por causa de nada mais nada menos do que Yook Sungjae (do k-group BTOB), meu bias vejam a que nível eu cheguei, por favor kpoppers, não riam, a gente não manda nos nossos sentimentos OTL, mas que fez valer a pela cada segundo e se tornou um dos meus queridinhos também ♡

19/07/2015

Análise de MV: It's Okay, BTOB

4 comentários:

E aí prismáticos, como estão? Eu ando bastante animada, não somente por estar de férias e estar vendo todos os doramas que deixei acumular na minha listinha ou porque este mês de julho está repleto de comebacks maravilhosos no cenário kpop, mas principalmente, por estar de volta aqui no blog. A verdade é que agora eu estou cheia de assuntos que gostaria de compartilhar com vocês e nem sei mesmo por onde começar, rs' Bem, o post de hoje é um pouco incomum aqui no Prismática, mas achei It's Okay realmente merecia e espero não decepcionar nesta postagem. Para começar, vamos falar um pouco sobre o k-goup em questão: 

O BTOB é um boy-group sul-coreano que fez sua estréia em 2012 com a canção Insane, pela produtora Cube Entertainment. Seu nome é a abreviação de "Born to Beat", nascido para vencer/agitar (ou algo assim, rs'), buscando incorporar sua determinação de mostrar ao mundo uma nova batida e performances inéditas. O grupo é composto por sete membros: o líder Seo Eunkwang, Lee Minhyuk, Lee Changsub, Lim Hyunsik, Peniel D. Shin, Jung Ilhoon e o maknae (e meu bias maravilindo) Yook Sungjae. "Complete" foi o primeiro álbum do grupo e conta com 13 faixas, entre elas a canção principal "It's Okay", cujo MV foi lançado no dia 28 de junho deste ano.

A faixa principal do álbum que o grupo escolheu para performar nos programas musicais do país mostrou uma cara completamente diferente daquela que o grupo apresentava em suas antigas performances que costumavam ser cheias energia e coreografias animadas. It's Okay é uma canção doce, com ótimo arranjo musical e ritmo lento; além de tudo isso, é claro, temos os vocais impecáveis, não somente da chamava vocal line, mas também dos rappers do grupo. O que mais me apaixona nesta canção é, no entanto, a sua letra; eu poderia dizer que se trata de uma canção acolhedora e capaz de te animar mesmo nas situações mais difíceis. A verdade é que eu não sei explicar direito o sentimento que a canção me passa, mas vocês podem assistir ao MV de It's okay e então ler a sua análise e tradução para terem suas próprias impressões, e quem sabe, se apaixonarem por ela assim como eu.
A explicação do MV foi feita pela Mello Stop e a tradução pela fanbase BTOB Brasil.

15/07/2015

O retorno: comeback do Prismática ~yay!

12 comentários:

Olá prismáticos, vocês ainda estão aí? Eu sumi sem explicar muito e voltei sem dar avisos, mas eu realmente senti falta de vocês e desejei que tivessem esperado o retorno do blog, seria horrível se todos vocês tivessem ido embora, então tentei voltar o mais rápido possível. Como eu disse no anúncio de hiatus, senti que o Prismática estava perdendo a sua essência e isso realmente me entristeceu, achei então que o o ideal seria deixar o blog parado enquanto tirava um tempo para pensar que rumo eu gostaria de dar para ele. O mais incrível foi que eu não precisei de todo o tempo que eu imaginei que levaria para tomar uma decisão e talvez meu único problema foi me esquecer do significado que o Prismática tem para mim: "Pretendo fazer de Prismática o meu refúgio, e trazer para cá cada coisinha que faça parte da minha vida, até mesmo as coisas mais simples como uma música que não consigo tirar da cabeça" e então eu me dei conta do quanto eu sou apegada a esse blog e a esse nome, que eu escolhi por ser uma definição perfeita do que eu gostaria de ser, e do que eu gostaria de expor aqui.

"Como um prisma capaz de refratar luz em todas as suas cores" a partir de hoje este será o novo Prismática, meu refúgio onde poderei mostrar todas as minhas cores: os tons escuros e densos, os tons vibrantes e alegres, os tons claros e delicados. Me desculpem pelo sumiço, e também, muito obrigada a todos os leitores e amigos que deixaram mensagens de apoio durante os últimos dias, e a aqueles que permaneceram aqui, esperando o retorno do nosso querido blog. Esta postagem foi curta e sem muita utilidade, mas nos veremos em breve em novas postagens, ok?